quarta-feira, setembro 13, 2006

...entrelinhas...

«O voo é inseparável da queda, tal como a luz da sombra e o sonho da realidade»


Margarida Rebelo Pinto
in “É amanhã, meu amor” - "Artista de Circo"

7 comentários:

Ines disse...

Gosto de pensar que não.
Que se pode viver os sonhos, que se pode voar sem cair.
Mas que valor damos à luz se não tivermos a sombra, ou ao sonho se não vivermos na realidade, ou ao desejo de voar se não soubermos que podemos cair?

;-)

dreams disse...

a dualidade em tudo...
mas eu voo nas asas do sonho...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

Noa disse...

O voo é inseparável da queda. Mesmo!
Mas como é bom voar!!!!
Como eu gosto de voar, voarrrr!!

:oP

Um outro olhar disse...

é esse o fascínio do voo, da luz e do sonho



:)

Nanna disse...

Os dois lados de todas as moedas...

Beijinhos...
:)

Bolacha de Aveia disse...

Não... margarida rebelo pinto é que nao

Claudia Perotti disse...

os eternos contrastes!
Beijinhos