quinta-feira, setembro 28, 2006

em destaque :: Abstracionismo

O Abstracionismo foi uma tendência das artes plásticas desenvolvida no início do século XX na Alemanha. Surge com base nas experiências das vanguardas europeias, que recusam a herança renascentista das academias de arte. As obras abandonam o compromisso de representar a realidade aparente, não reproduzem figuras nem retratam temas. O que importa são as formas e as cores da composição. Na escultura, os artistas trabalham principalmente o volume e a textura, explorando as possibilidades da tridimensionalidade do objeto. Há dois tipos de Abstracionismo: o informal (ou subjetivo), que busca o lirismo e privilegia as formas livres, e o geométrico (ou objetivo), de técnica mais rigorosa e sem a intenção de expressar sentimentos nem idéias.





Wassily Kandinsky
"Composição VIII"







O Abstracionismo informal recebe influência do expressionismo e do cubismo. Os artistas deixam a perspectiva tradicional e criam as formas no ato da pintura. Linhas e cores são utilizadas para exprimir emoções. Em geral, vêem-se manchas e grafismos. Um dos principais nomes do Abstracionismo é Vassíli Kandínski (1866-1944), russo que vivia na Alemanha. Primeiro artista a definir sua arte como abstrata, ele leva o Expressionismo a essa nova tendência. Outro nome importante do Abstracionismo informal é o suíço Paul Klee (1879-1940).

Após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), influenciadas pelo Abstracionismo informal, surgem outras tendências artísticas, como o Expressionismo abstrato e o Abstracionismo gestual.








Piet Mondrian
"Composition in Red, Blue and Yellow"








No Abstracionismo geométrico, ao desenvolver pinturas, gravuras e peças de arte gráfica, os artistas exploram com rigor técnico as formas geométricas, sem a preocupação de transmitir idéias e sentimentos. Os principais iniciadores do Abstracionismo geométrico são o russo Malevitch (1878-1935) e o holandês Piet Mondrian (1872-1944).
Do Abstracionismo geométrico derivam o Construtivismo, o Concretismo e o Minimalismo. Na escultura, destaca-se o belga Georges Vantongerloo (1886-1965).








Georges Vantongerloo
"Interrelation of Volumes"

8 comentários:

hfm disse...

Gosto muito de Kandinsky. Há dois anos tive a felicidade de ver em Madrid uma exposição retrospectiva da sua arte.

Dalila disse...

Abstraccionismo é, sem dúvida, uma das melhores correntes artísticas de sempre. Os nomes dos artistas são notórios.

sentidos disse...

Obrigado pela visita no meu espaço. Aproveito para dizer, que também gostei do teu...pela sensibilidade e gosto pelas artes...voltarei.
Um abraço sentido

Bolacha de Aveia disse...

Quando oiço o nome Kandinsky lembro-me das minhas aulas de História de Arte que eu bebia em goles de 60 minutos... foi sem dúvida um impulsionador da nova era... beijoca

o lápis disse...

Se eu fosse uma tela, decerto seria abstracta...

Kandinsky enche-me os olhos.

Bom fim de semana e obrigada pela aula gratuita, interessante e onde ainda foi permitido fumar :)

dreams disse...

kandinsky sem dúvida genial, e eu prefiro a expressão das emoções...

um beijo doce *
“·.¸Dreams¸.·”

Betty Branco Martins disse...

Olá Croqui

Estou de volta!!!

Obrigada pela tua visita. Passarei mais tarde para te ler e - admirar. Agora estou só nas visitas

Beijinhos

Anónimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis generique
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis commander
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis vendita
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis precio